O Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão

Print Friendly, PDF & Email

Capa do Boletim do Mello LeitãoO Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão nasce junto com o próprio Museu de uma preocupação do naturalista Augusto Ruschi com a proteção da natureza. Dando prioridade ao Espírito Santo, ele não se limitou as fronteiras capixabas pois sabia que esta preocupação precisava ser universal. Sua preocupação com o meio ambiente era ampla, e incluía o conhecimento das espécies, a preservação dos ambientes e o entendimento de que estes ambientes eram formados não somente por flora e fauna mas também por pessoas de diferentes origens e formações.

O escopo do Boletim, por razões dos objetivos em sua criação, foi sempre muito abrangente. Mas esta abrangência nos dias de hoje torna-se uma atividade hercúlea para ser gerenciada por um único editor. Por isso se faz necessária uma definição um pouco mais precisa do escopo do Boletim, deixando opção para sua ampliação a outros temas desde que se desenvolva a estrutura necessária. Recorrendo a Tabela de Áreas de Conhecimento da CAPES optamos pela limitação do escopo da revista inicialmente a duas áreas do conhecimento:
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I – que inclui Biologia geral e Genética e BIODIVERSIDADE – que inclui Ecologia, Oceanografia, Botânica e Zoologia. Além destas áreas foi importante manter Etnobiologia e Biogeografia dois ramos do conhecimento ainda não incluídos na Tabela CAPES.

Esta nova definição do escopo permitiu uma orientação mais objetiva para definir os trabalhos que se aplicam a publicação no Boletim em seu formato atual, mas mesmo assim continua de uma amplitude muito grande para ser gerida apenas pelo editor.

Por este motivo foram convidados pesquisadores para apoiar o Editor do Boletim nas diversas áreas. Os nomes convidados e que aceitaram o convite estão na tabela abaixo:

Área do Conhecimento: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I
Biologia Geral Dra. Luisa Maria Sarmento Soares (MBML/UFES)
Genética Dr. Paulo Roberto Antunes de Mello Affonso – (UESB)
Área do Conhecimento: BIODIVERSIDADE
Ecologia Dra Giulianna Rondineli Carmassi (UFES-Alegre)
Biologia Marinha Dr. Fernando Zaniolo Gibran (UFABC)
Botânica Dr. Arno Fritz das Neves Brandes (UFF)
Zoologia Dr. Marcelo Ribeiro de Britto (MNRJ)
Área do Conhecimento: Não incluídas
Biogeografia Dr. Alexandre Cunha Ribeiro (UFMT)
Etnobiologia Dr. Eraldo Medeiros Costa Neto (UEFS)

Hoje muito colegas da América Latina realizam estudos que incluem Mata Atlântica. A própria Mata Atlântica em sua formação é latino americana, pois inclui além do Brasil, a Argentina, o Uruguai e o Paraguai. Desta forma a aceitação de manuscritos em espanhol irá ajudar a estreitar esta relação. Para apoio a editoria foi feito contato com a Dra. María Dolores Casagranda do Instituto de Herpetología Fundación Miguel Lillo CONICET, Argentina, que aceitou colaborar conosco na análise inicial de todos os manuscritos submetidos em espanhol.
E está sendo feito contato com alguns pesquisadores americanos para um apoio similar nos manuscritos submetidos em idioma inglês.

Site do Boletim do Mello Leitão

Uma segunda preocupação é a modernização da editoria do Boletim. e neste sentido foi adotado do sistema Open Journal Systems (OJS) da British Columbia University – traduzido e adaptado no Brasil pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e que deu origem ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER). Isto vai permitir que o Boletim ganhe rapidez e transparência nos procedimentos editoriais, desde a submissão e avaliação até a publicação on-line e indexação. O software é apoiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI.

Este sistema ao estar ligado à iniciativa de acesso livre à informação científica e ao utilizar o protocolo OAI-PMH – Open Archives Initiative Protocol for Metadata Havesting –, possibilita o intercâmbio de metadados, ferramentas de apoio à pesquisa, assim como mecanismos para preservação dos conteúdos.

Com o apoio da Associação de Amigos do Museu Mello Leitão – SAMBIO foi possível construir um site que além de colocar a disposição todas as publicações anteriores do Boletim na rede mundial de computadores, disponibilizou os recursos para a submissão eletrônica de trabalhos.

Opções do site do Boletim Mello Leitão

O acesso a esta página pode ser realizado através do sítio www.boletimmbml.net
As opções disponíveis são as seguintes:
No prelo – Com cópias em baixa definição de artigos no prelo (que vão sair na próxima edição)
Nova Série – Com as capas de todos os números publicados na Nova Série – Clicando na capa terá acesso aos artigos de cada edição.
Série Anteriores – Com todas as séries antigas do Boletim – Clicando na série terá os artigos correspondentes.
Publicar – Dá acesso ao novo sistema de submissão eletrônica de manuscritos.
SAMBIO – Dá acesso ao site da Associação de Amigos do Museu Mello Leitão.
MBML – Dá acesso ao site oficial do Museu Mello Leitão.

Um próximo passo fundamental será obter um ISSN para o Boletim On Line. Isto irá permitir uma dinamização na publicação inicial dos manuscritos aprovados.

Prestigiem o Boletim enviando seus trabalhos para publicação e divulgando o seu site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *