INMA – Uma Proposta – Incorporação ao MCT

Pesquisadores capixabas reunidos no MBML discutem o futuro INMA

Pesquisadores capixabas reunidos no MBML discutem o futuro INMA


Em 10 de Maio de 2011, o então Prefeito de Santa Teresa esteve no MCTI em Brasilia onde manifestou a disposição em doar uma área de aproximadamente 120 hectares de reserva para a instalação da área de pesquisas do futuro Instituto. (Prefeito de Santa Teresa no MCT)

Nesta ocasião foi entregue Relatório técnico preliminar sobre esta área. Damos continuidade a publicação do texto deste Relatório

INCORPORAÇÃO DO MUSEU AO MCT

Embora a pesquisa e conservação da biodiversidade da Mata Atlântica seja uma prioridade nacional e internacional, o Brasil não dispõe de uma instituição pública com essa missão específica. Portanto, o fortalecimento do MBML como instituição que objetiva fomentar a pesquisa, conservação e desenvolvimento sustentável na Mata Atlântica vai ao encontro das diretrizes da Convenção sobre a Diversidade Biológica, da qual o Brasil é signatário.

No âmbito do Ministério da Ciência e Tecnologia a Convenção deu origem ao Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBIO), que está em processo de implantação na região da Mata Atlântica, e poderá ter no MBML uma de suas instituições executoras.

O MBML possui as pré condições para atuar como instituição chave na pesquisa e conservação da Mata Atlântica central. É uma instituição científica federal, possui uma infra-estrutura básica necessária para o desenvolvimento de pesquisa sobre biodiversidade, tem prestígio internacional por seu pioneirismo, com 60 anos de história, e interage com outras instituições congêneres na região da Mata Atlântica.

Além disso, o Museu está estrategicamente situado no “coração” do “Corredor Central da Mata Atlântica”, que abrange o sul do estado da Bahia e o estado do Espírito Santo. Esta área é considerada a região de mais alta diversidade biológica do bioma, por isto apontada como prioridade nacional para ações de conservação biológica, por intermédio do Programa Piloto para as Florestas Tropicais Brasileiras – PP-G7.

Outro aspecto importante de sua localização é o fato de Santa Teresa ser hoje ponto de convergência de jovens de vários municípios que vão à cidade para estudar. Há vários cursos de nível superior em instituições públicas e privadas, destacando-se um curso de Ciências Biológicas no Instituto Federal de Educação (IFES) e na Escola Superior de Santa Teresa (ESFA). Além disso, o município está estrategicamente situado em relação ao três campi da UFES.

Print Friendly, PDF & Email

Uma ideia sobre “INMA – Uma Proposta – Incorporação ao MCT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.